INFORMATIVO BELLY DANCE

O Melhor Conteúdo está aqui

 
Priscila Genaro 1.jpg

Papo de Bailarina - Quando Danço Eu me Amo

Na semana passada li vários textos sobre a Deusa Ishitar, Deusa Acádia do amor e da guerra, preparando a live de História da Dança, e me identifiquei muito com ela, acredito que dentro de todas nós mulheres existe uma Ishitar forte, intensa e sensual. 
Nós mulheres (desculpem os homens mas hoje o texto é para nós) somos assim pela própria natureza biológica, com nossos picos e declínios hormonais, um dia estamos afável como um gatinho no outro somos uma leoa faminta. 
O grande desafio de ser mulher e saber aproveitar estas ocilações, organizar cada tarefa de acordo com o seu estado no ciclo, se respeitando e entendendo cada momento, perceber os sinais do que está se passando e agir de acordo e não simplesmente reagir sem controle. 
Eu acredito que a Dança nos coloca ciente de que momento estamos vivendo, percebendo as diferenças no corpo que as vezes está mais rígido, mais lento e mais pesado em outros dias onde está leve e ágil. Ao dançar compreendemos nossos limites, nossos progressos e necessidades, percebemos se nosso corpo está em harmonia ou se precisa de mais atenção. O mais interessante é que em cada fase parece que temos um novo corpo e temos que lidar com isso, existe uma nova mulher em cada momento e tudo bem. Percebemos as mudanças, aceitamos e nos ajustamos.
Essa é a magia de viver bem conosco e com o outro, quando me percebo, estou ciente do que está acontecendo e me aceito tudo funciona melhor. Quando me entendo deixo de ser a louca de TPM para ser a que se respeita e sabe de seus limites e necessidades. Então dance, dance todo dia, se sinta, perceba seu corpo em cada dia do seu ciclo, sinta como ele muda e aceite as mudanças, pois faz parte de você e que todas nós mulheres somos assim. 
Se permita ficar em silencio e simplesmente saborear uma música. Se permita se sentir, se permita se conhecer por dentro: suas emoções, sentimentos, desejos, medos, anseios, seus pensamentos e intenções; e por fora a capacidade de seus músculos, de suas articulações, seus batimentos cardíacos, sua capacidade de movimentar-se. Sem julgamentos ou críticas, apenas se conheça e se reconheça. 
Na empírica sabedoria dos antepassados compreendemos que assim como as Deusas também temos características ambíguas, o amor e a guerra, a harmonia e o caos estão em todos nós, só temos que saber viver cada momento da melhor forma. Eu comigo mesma me afago, me acolho, me corrijo, me entendo, me domino e me amo. Por isso dance, sinta, viva o seu corpo e ame-o acima de tudo.

 

Como Dançar para o Namorado

Neste texto faço um passo a passo pra você arrasar . clique aqui para ler o texto

Priscila Genaro 1.jpg
 

Como analisar A Música Para a Dança do Ventre

Ouvir e compreender a música é o mais imortante na prática da dança do ventre

 

Como Dançar para o Namorado?

As vezes as pessoas querem seuquências prontas, mas tenha certeza o melhro é sempre compor sua propria sequencia

 

Marcações Faceis No Ritmo Balladi

Dança do Ventre deve representar a sonoridade da música árabe, os movimentos devem encaixar perfeitamente, neste vídeo uma sequencia bem marcadinha

 

Historia Da Dança do Ventre, Ishitar

Continuando a série Deusas Mitológicas, Deusa Ishita.

 

Leitura Musical Para Dança Do Ventre, Texturas

O que é textura e como reconhece-lá

 

A Dança Do Ventre É Para Seduzir?

Para que serve a Dança do Ventre? Será que realmente é uma Dança de sedução?

 

Técnica de Quadril, Combinação Perfeita De Zeros E Oitos

Essa é uma conbinação perfeita pra ser feita naquele momento animado da música.

 

Dança do Ventre - Aula completa 6

Uma aula completa pra você

 

COMECE HOJE A DANÇAR A DANÇA MAIS DELICIOSA QUE EXISTE

Seja Diva é o melhor aperfeiçoamento técnico. Um treino completo para Você que adora a Dança do Ventre

Técnicas de Quadril;
Estudos de Ritmos;
Estilos;
Leitura Musical.

 

Você ainda não recebe o Informativo Belly dance em seu e-mail se cadastre e desfrute desta praticidade.